aumente suas habilidades

Aula 6 - Make à prova de falhas

Make por Vanessa Rozan

Diretamente do Esquadrão da Moda, uma parceira de 11 anos do Rodrigo, nos deu a honra de aprender como valorizar ainda mais este corte tão lindo, então a seguir Make por Vanessa Rozan!

Vanessa é referência no universo da beleza, é maquiadora a mais de 20 anos, já trabalhou com as principais marcas de cosméticos do mundo e participa das principais semanas de moda do planeta.

O corte curto realça mais o rosto, pois o deixa em evidência e com um toque sexy da nuca à mostra. Vanessa mostrará hoje uma maquiagem que combina com corte curto, com dia a dia e que realçará ainda mais a beleza natural da modelo.

Apresentamos: Make Social sem erro!  Uma make que cai bem em eventos de 08h até mesmo 20h.

A pele da modela já está preparada e a maquiagem começa sempre com a base. Você escolher a base correta? E sabe como deve aplicá-la?

Tom da Base: Teste da base é feito no colo da cliente, aplicasse uma parte pequena no colo e espalhasse com pincel. A base correta para a pessoa, é a base que desaparece durante a aplicação.
A modelo tem um tom de pele com fundo mais amarelado, a base já foi definida e pode ser aplicada na pele da cliente.

 Aplicação da Base: Parece simples este processo, mas você já observou uma mulher maquiada que dava para ver as marcas do pincel na pele? Por isso que existem técnicas na aplicação, para que erros como esse não sejam cometidos.

Movimento de depositar: Para aumentar a aplicação do produto na região, dando uma maior cobertura em um local específico.

Movimento de arraste: Para um efeito mais leve, com cobertura mais natural. Um efeito menos de base e mais próximo de pele, o famoso “não estou usando nada”.

Tipo de Base: Existem bases líquidas, cremosas, compactas, mousse, em pó, bases hidratantes e tantas outras. Para a modelo foi utilizada uma base cremosa.
#dicadarozan: Tenha uma base de cobertura média, pois funciona bem para cobrir, assim você coloca mais produto. Ou quando você quer algo mais leve, mais suave, você usa menos produto ou dilui num hidratante.

Contorno do Rosto: Faça o contorno do rosto já na etapa da base deixando o resultado mais natural. Desenhe o rosto com a cor escolhida e esfumasse para o contorno adentrar a base, causando o efeito natural desejado.
Juntando o contorno a etapa da base, você tem um contorno mais fácil a prova de erros. Essa técnica já trabalha sombra, luz e modela o rosto, realçando o formato e estrutura natural da pessoa.
Como o corte Pixie deixa a estrutura óssea para fora, tornando o rosto assim evite, então o uso do iluminador é fundamental!

Iluminador de pele: O iluminador tem função de desenhar, realçando as partes mais altas do rosto e para este corte em questão vamos desenhar ainda mais o rosto que já está em primeiro plano.
Assim como a base, existem diversos tipos de iluminadores no mercado, como: iluminador em pó compacto e solto, iluminador líquido, iluminador cremoso, iluminador hidratante, óleo/sérum com iluminação, iluminador em bastão e brumas de iluminação. Para está make Vanessa utilizou o iluminador cremoso de fundo pérola.
– Deposite o iluminador em cima da base, nos pontos mais altos, nos volumes naturais do rosto de sua cliente;
– Com as pontas dos dedos, em forma de batidas, deposite o iluminador na ponta do nariz. Deixando também o nariz com brilho e volume a cada movimento do rosto;
– Para quem prefere aplicar o iluminador com os dedos, faça em batidas para não demarcar a área do produto aplicado na pele, mantendo o ar natural da maquiagem e efeito de iluminação natural;
– Aplique com pincel o iluminador na boca, exatamente no arco do cupido, que é a parte superior dos lábios, para que o produto dê mais definição aos lábios;
Para quem gosta de uma pele mais viçosa com cara de hidratada, aplique o iluminador logo abaixo dos lábios no queixo.

Olhos: Antes de aplicar a sombra, observe o espaço das pálpebras fixas e móveis, para saber como trabalhar sua sombra. Se o olhar é caído, se as pálpebras são caídas, todos esses detalhes contam na criação do mix de sombras perfeito.
– Aplicamos na pálpebra móveis, região central um lápis de olhos cremoso, marrom cintilante, e com pincel kajal espalhamos o produto para esfumaçar, com isso a textura fica menos marcada.
O esfumaçado é feito mais no côncavo, deixando a maior intensidade rente aos cílios, funcionando como um primer de olho. Lembrando que o foco é tirar a marca do lápis e não a cor dele.
– Aplique o lápis cremoso na parte inferior dos olhos e esfumasse na sequência. Note que com o lápis cremoso é muito fácil, controlável e rápido de esfumaçar, e quando a sombra superior da pálpebra se depositar na parte inferior dos olhos, deixará a make mais intensa.
Para dar mais volume
Use sombra cintilante em cima do lápis para aumentar o espaço da pálpebra. Note que cairá pó na parte inferior, por isso o corretivo é aplicado após a sombra.
Pálpebra menor
Abuse da sobra em pó cintilante, para ampliar o espaço nos olhos.
Pálpebra maior
Evite sobra em pó cintilante, para minimizar o espaço nos olhos.
Degradê na sombra
Use pincel arredondado para construir um degradê perfeito.
Na escolha da sombra, para o degradê esfumado perfeito, opte por sombra escura e sem brilho.
Comece do canto esquerdo para dentro, com o pincel à 90º encoste-o suavemente no côncavo. O esfumaçado perfeito não vem por força e sim pela repetição do movimento que arrasta a sombra, fazendo com que desapareça.
#dicadavanessa: Essa técnica você pode utilizar sempre, lápis verde, sobra verde e esfumaça com marrom, pode repetir a técnica com todas as cores.

Corretivo: O truque profissional de apagar o excesso de sombra! O pincel para aplicar o corretivo, deve ser de ponta arredondada, para uniformizar a pele amenizando irregularidades.
– Deposite o corretivo no contato interior dos olhos em batidinhas e arrasta para a região externa, tirando assim o excesso de sombra do local;
O movimento é super importante para que você consiga aplicar e esfumar ao mesmo tempo o produto no local, por isso o formato do pincel é muito importante.
O corretivo é o acabamento do olho e prepara a maquiagem para receber o próximo passo, que é o iluminador.

Iluminador de olhos: De novo Vanessa? Sim! Primeiro passamos o iluminador de pele e agora é a vez do iluminador de olhos, que são produtos diferentes com funções distintas.
Iluminaremos o canto interno do olho, com uma sombra sem brilho, escolhemos um bege bem claro, não é branco, este passo é ajustável conforme o tom de pele de seu cliente, por exemplo, quanto mais escuro a pele, mais escuro tem que ser o iluminador.
Aplique exatamente onde sai a lágrima, a sombra sem brilho bege, para clarear a região, dando uma cara de descanso, deixando o olho mais amendoado (mais alongando).
E para o degradê do olho, tendo dois pontos de fosco, dá mais destaque a parte de cintilancia da make. Evidenciando o olho, deixando-o ainda maior.
Pode aplicar suavemente na curva inferior da sobrancelha, para destacar mais o desenho da sobrancelha.

Sobrancelhas: Nossa modelo tem sobrancelhas de micropigmentação, neste caso não é necessário utilizar sombras para sobrancelhas. Vanessa optou por gel de sobrancelhas com cor para deixar ainda mais bonito e presente o trabalho que foi feito nas sobrancelhas da modelo. Lembrando que a sobrancelha é a moldura do olhar.
O gel de sobrancelhas com cor dá um realce e penteia a sobrancelha deixando-a no lugar.

Cílios: Cílios dão acabamento para a maquiagem, porem se você colocar algo muito grande pesado pode ofuscar o trabalho feito na sombra. É importante lembrar que a ideia é ter alguma transparência e proporção para o olho, realçando sempre a beleza de cada mulher.
– Use o curvador de cílios;
– Segure a pálpebra móvel e com a máscara de cílios aplique com movimento de zig zag;
– Capriche bem para realçar o efeito do curvador de cílios.

Blush: A hora do efeito de corado natural nas maçãs do rosto. O efeito é corado e rosado, por isso deve ter um pouco de vermelho na composição, para dar o efeito de saúde.
Vanessa escolheu um blush cremoso, assim como os demais cosméticos existem vários tipos de blush, ficando a critério de cada profissional conforme a preferência.
– Utilize um pincel médio com cerdas macias, para que a região do blush não seja extensa demais;
– Deposite sutilmente o produto no meio do rosto e arraste de cima para baixo o excesso, esfumaçando o produto na região.

Batom: A escolha do batom esta diretamente ligada ao estilo de olho escolhido pela cliente, lembrando da regra que menos é mais, se o olho está muito marcado, o batom é mais leve, e vice-versa.

O batom escolhido é um marrom com leve rosado, para um efeito mais de boca e natural. Nesta make poderia usar um batom vermelho, pois o olho marrom aceita qualquer tom de batom e cairia super bem também!

A modelo está pronta, com uma make flexível e que combina com qualquer ocasião, que realçou ainda mais o trabalho impecável do Rodrigo Cintra.

Avaliação de Conhecimento

Você pode realizar a avaliação de conhecimento a qualquer momento do curso, mas não deixe de acompanhar as outras aulas.

Nossa missão é fazer com que os profissionais da área da beleza evoluam constantemente com técnicas modernas e atualizadas. 

Formadores da Beleza

Brand System Soluções Eirelli

CNPJ: 28.338.237/0001-04 

Rodovia Raposo Tavares KM 17,5, 7389 Torre Figueira – CJ 103 – São Paulo – SP contato@formadoresdabeleza.com.br

Whatsapp: (11) 98298-8762

× Como posso ajudar?